terça-feira, 30 de abril de 2013

CC/UEL divulga inscrições para Edital da Semana de Teatro Italiano



Chamamento Público

Leituras Dramáticas – Semana do Teatro Italiano

Última semana para inscrições de candidaturas para
edital da Semana de Teatro Italiano

Textos de autores italianos serão interpretados por dez companhias de teatro
do Paraná e Santa Catarina


Atores e escolas de teatro do Paraná e Santa Catarina interessados em participar das leituras dramáticas na Semana de Teatro Italiano do festival Mia Cara Curitiba têm até o dia 3 de maio, essa sexta-feira, para inscrever suas propostas. A melhor leitura apresentada durante o evento será premiada no valor de R$15 mil.

O evento
Entre os dias 28 de maio e 2 de junho e do dia 5 a 9 de junho acontece, no Teatro José Maria Santos, a Semana de Teatro Italiano. As apresentações acontecem sempre às 20h e a entrada é gratuita para o público.
Dez grupos de teatro do Paraná e Santa Catarina serão selecionados por meio de edital público (http://miacaracuritiba.com.br/?page_id=245) para apresentar leituras dramáticas de autores italianos. As inscrições podem ser feitas até o dia 3 de maio e a melhor leitura será premiada no encerramento do evento, no valor de R$15 mil. As apresentações acontecem sempre às 20h e a entrada é gratuita para o público.

Mia Cara Curitiba
A Semana é parte da terceira edição do evento Mia Cara Curitiba, realizado pela Universidade Livre da Cultura e o Consulado Geral da Itália em Curitiba. O objetivo é difundir a cultura do país no Brasil, que possui a maior população de descendentes italianos do mundo. O Mia Cara Curitiba ainda conta com shows de música, eventos ao ar livre, feira gastronômica e outras atividades. A programação completa pode ser conferida em breve no site www.miacaracuritiba.com.br

Texto: divulgação Semana de Teatro Italiano

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Casa de Cultura da América Latina busca promover culturas ibero, latina e africana

Vocês conhecem a Casa de Cultura da América Latina?

Criada, em 1987, para promover e divulgar a arte e a cultura latino-americana, a Casa de Cultura da América Latina (CAL/UnB)  busca consolidar-se como espaço voltado para a promoção das culturas ibero, latina e africana, em todas as suas vertentes e linguagem. Além de promover eventos culturais, ela também tem contribuído na preservação das produções artísticas da Universidade de Brasilia (UnB).

A instituição é possui um importante Acervo de arte moderna, arte contemporânea, popular e etnográfica e é composta por três galerias de arte: CAL; Acervo  e de Bolso. No seu auditório, funciona o Cinema da Casa da Cultura da América Latina (CineCAL), projeto que exibe filmes produzidos, em sua maioria, nos países da América Latina, África e Península Ibérica.


A CAL está todas as galerias ocupadas devido a Exposição do Corpos Informáticos.



"Depois de quase dois anos sem abrigar exposições, as três galerias da Casa da Cultura da América Latina (CAL/UnB) abriram seus espaços para receber, desde a noite de 11 de abril, a mostra Charivari dos garis, proposta do grupo Corpos Informáticos que tem como princípio o processo de criação colaborativo.


A exposição, que brotou do conceito de charivari, abarca interpretações diversas. Implica ações privilegiadas, versa em festas, em manifestações, inverte os papéis, faz críticas incisivas ao poder hegemônico, provoca, permite múltiplas possibilidades de sensações e percepções, como também visa pequenas coisas abandonadas e ao espaço de contemplação desviado e distorcido.
Partindo do que é abandonado, jogado fora, a mostra transformou as galerias em um ateliê/depósito. Muitas das obras surgiram no momento em que os “garis” chegaram às galerias, no “aqui e agora”; outras, já estavam acabadas, produzidas. Desenho, pintura na parede, escultura, vídeo e instalação são algumas das linguagens que foram utilizadas pelos artistas dentro do processo experimental, criativo e de contaminação.
Além da exposição, a partir de 22 de abril (segunda-feira), o Corpos promove uma série de oficinas, performances, palestras, mostra de vídeos fora e dentro dos espaços da CAL tendo como tema Performance, corpo e política. O evento prossegue até 27/04 (sábado), com a presença de artistas do grupo e outros convidados do Distrito Federal e de outros estados.
Realizando pesquisas artísticas em performance, videoarte, videoinstalação, vídeo-perfomance, performance em telepresença e web-arte (www.corpos.org), o Corpos Informáticos surgiu na Universidade de Brasília, em 1992.
Serviço

Exposição Charivari dos Garis, proposta do Corpos Informáticos

Abertura: 11 de abril de 2013 (quinta-feira), às 19h
Local: Galeria CAL, Acervo e de Bolso da Casa da Cultura da América Latina da UnB
SCS Quadra 4, Edifício Anápolis. Telefone: 61 3321.5811


A exposição, curadoria coletiva e montagem: Bia Medeiros, Camila Soato, Cecília Mori, Felipe Olalquiaga, Fernando Aquino, Jackson Marinho, Julia Milward, Moisés Crivelaro, Marcio Mota, Maria Eugênia Matricardi, Mateus de Carvalho Costa, Moisés Crivelaro, Polyanna Morgana, Renato Rios e Rodrigo Cruz.
Visitação: até 12 de maio de 2013, terça a domingo, das 9h às 19h
Entrada franca"

Com informações de: http://www.casadacultura.unb.br/






sexta-feira, 26 de abril de 2013

SESSÕES DO CINE COM TOUR/UEL SUSPENSAS ATÉ QUINTA-FEIRA


Informamos que o Cine Com-Tour/UEL suspendeu
as sessões do filme "De Coração Aberto". 


A distribuidora não conseguirá entregar o filme a tempo, dessa forma, as sessões ficam suspensas de hoje, 26 de abril, até quinta-feira, 2 de maio. As sessões continuarão em seus horários habituais a partir do dia 3, com a estréia de um novo filme escolhido pela Divisão de Cinema e Vídeo da Casa de Cultura/UEL.
Agradecemos a compreensão,
Casa de Cultura/UEL.

CC/UEL divulga lançamento da publicação "Solos Culturais"



Solos Culturais lança livro com pesquisa sobre hábitos culturais
 em cinco favelas cariocas


No próximo dia 27, sábado, o Solos Culturais, projeto realizado pelo Observatório de Favelas em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e Petrobras, lança sua primeira publicação e realiza a formatura dos cem jovens solistas na Biblioteca Parque de Manguinhos, Rio de Janeiro, às 17h. 


A publicação apresenta uma pesquisa realizada com 2.000 jovens, com idade entre 15 e 29 anos, sobre os hábitos culturais das cinco favelas onde o projeto atuou: Manguinhos, complexo da Penha, Rocinha, Complexo do Alemão e Cidade de Deus, além da memória e registros de todas as atividades desenvolvidas.

Biblioteca Parque de Manguinhos


Situada no Complexo de Manguinhos, é a primeira biblioteca parque do país.  Em seus 2,3 mil metros quadrados pode-se acessar as estantes de livros e a internet, ver filmes, ouvir músicas, participar de atividades culturais ou solicitar o empréstimo de livros e filmes, entre os mais de 27 mil títulos. Inaugurada em abril de 2010, a Biblioteca Parque de Manguinhos é um espaço da SEC. 


Data: 27/04/2013, sábado 
Horário: 17h
Local: Biblioteca Parque de Manguinhos | Avenida Dom Helder Câmara,1184 – Benfica - Rio de Janeiro
Para saber mais sobre o Solos Culturais: solosculturais.org.br
Observatório de Favelas – observatoriodefavelas.org.br
Tel: 3105-0204



quinta-feira, 25 de abril de 2013

"Coro UEL" abre vagas para ópera "O Mikado"



Apresentação do Coro UEL na Igreja Nossa Senhora das Graças, em Londrina,
sob a regência de Paloma Scucuglia e Regina Balan

O Coro UEL está preparando a ópera “o Mikado” para estrear em setembro. É uma óperacômica inglesa de Gilbert e Sullivan, de 1887, que será montada com cantores de Londrina, Curitiba e Maringá. Os trabalhos corais estão sob a responsabilidade de Paloma Scucuglia e Regina Balan, e o trabalho vocal solista está sob supervisão de Denise Sartori (Escola de Música e Belas Artes do Paraná - Curitiba) e John de Castro (Universidade Estadual de Maringá).

Os interessados deverão se apresentar para inscrição e uma audição imediata nos dias 29 de abril, às 17h, e 6 de maio, no mesmo horário. As vagas de vozes, contraltos, tenores e baixos estão entre as principais a serem preenchidas.

O Coro UEL funciona como uma extensão da Universidade. Para fazer parte é necessário ter entre 19 e 55 anos, disponibilidade para frequentar os ensaios e alguma experiência. O Coro UEL não exige leitura musical. 

Os ensaios são realizados na Divisão de Música da Casa de Cultura/UEL, às segundas e quartas-feiras das 18h30 as 21h. Para participar é necessário poder frequentar os dois ensaios.
  
Serviço

Secretaria da Divisão de Música 3322 5224 (Falar com Maria entre 14h30 e 18h)
Localização: Rua Tupi, 210.

Foto: Agência UEL de Notícias
Com informações da "Divulgação Coros da UEL"

quarta-feira, 24 de abril de 2013

UEL abre inscrições para o curso de Extensão - A Voz e o Repertório Operístico


A UEL por meio da Casa de Cultura/Divisão de Música/ PROEX/ Seção de Música Vocal promove o curso de extensão “A voz e o repertório operístico”, que tem por objetivos aprofundar o conhecimento sobre a técnica vocal e o canto dentro do repertório operístico como também propiciar o aperfeiçoamento vocal para a realização da ópera “O Mikado” de Gilbert e Sullivan. Esta ópera está sendo preparada pelo Coro UEL juntamente com solistas de Londrina, Curitiba e Maringá. Será apresentada em Maringá  no dia 14 e em Londrina no dia 15 de setembro.
Os professores Denise Sartori (Escola de Música e Belas Artes do Paraná - Curitiba) e John de Castro (Universidade Estadual de Maringá) ministrarão as aulas no período vespertino em formato Máster Class. A ênfase será no repertório operístico. Os cantores que se inscreverem para o Máster Class deverão escolher uma ou duas peças a serem trabalhadas durante o curso. No período noturno o trabalho será voltado para o Coro UEL que está em processo de montagem da ópera “O Mikado” ficando os alunos do Máster Class convidados a integrarem o coro e ou como ouvintes.


Professores - Denise Sartori e John de Castro
Carga horária - 42 horas ministradas em dois módulos
Datas - 13,14 e 15 de maio e 25,26 e 27 de junho de 2013
Horário: 14h às 18h (aulas Máster Class) e 18h30 às 21h (trabalho com Coro UEL)
Valor - R$ 60,00
Período de Inscrições – de 25/04 a 03/05, no período vespertino das 14h30 às 18h na Divisão de Música UEL
Divisão de Música UEL - R: Tupi, 210 fones: 3322 5224 e 3321 4711.
Vagas limitadas
Mais informações: 3321 4711 ou 3322  5224

Com informações da "Divulgação Coros da UEL"

terça-feira, 23 de abril de 2013

II TEIA Estadual São Paulo 2013 “Cultura Sempre Viva”


CASA DE CULTURA DIVULGA:
A TEIA é um grande Encontro que reunirá a diversidade cultural do Estado de São Paulo com a presença de cerca de 700 Pontos de Cultura conveniados com as Redes do MinC, a Rede Estadual e as Redes Municipais.
Os objetivos da TEIA são a troca de saberes e fazeres, o fortalecimento dos Marcos Legais do Programa Cultura Viva e das políticas públicas de cultura, o fomento das redes de relacionamento e articulação institucional entre os Pontos, sociedade e governos.
As ações propostas são:

III Fórum de Pontos de Cultura: encontro dos representantes dos Pontos de Cultura para debates, discussões e deliberações. Inscrição Fórum Link

Feira de Economia Solidária: espaço para divulgar e comercializar produtos dos Pontos de Cultura;     Inscrição Feira de Economia Solidária

Workshop: espaço para a difusão dos saberes e fazeres dos Pontos de Cultura destinados à sociedade; Inscrição Workshop Link

Exposição: divulgação dos trabalhos, ações e produtos dos Pontos de Cultura;  Inscrição Exposição de artes Link

Mostra Artística: difusão e circulação das produções artísticas e culturais dos Pontos de Cultura; Inscrição Mostra Artística Link 
 
Cobertura Colaborativa: comunicação compartilhada com objetivo de registrar e divulgar o evento em todos os segmentos das mídias Inscrição Cobertura Colaborativa Link


*As inscrições e os critérios para a III Fórum de Pontos de Cultura, a Feira de Economia Solidária, dos Workshops , a Cobertura Colaborativa, a Exposição e a Mostra Artística estarão abertas a partir do dia 22 de abril até o dia 22 de maio de 2013, fiquem atentos!
*Informamos que os Pontos de Cultura poderão apresentar inscrições para mais de uma ação, mas poderá ser contemplado apenas em uma.
*Os projetos selecionados para Mostra Artística, Cobertura colaborativa e Workshops receberão cachê artístico, cada Ponto de Cultura poderá receber o cachê artístico somente por uma ação.

Equipe de Comunicação TEIA Estadual São Paulo 2013

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Diretora da Casa de Cultura/UEL participa do I Seminário Cultura e Universidade


Na próxima segunda-feira, 22, Magali Kleber, Diretora da Casa de Cultura/UEL, participará do I Seminário Cultura e Universidade: Bases para uma política nacional de cultura para as Instituições de Ensino Superior. O Seminário vai até 24 de abril e será realizado na Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador (BA).  

A diretora irá compor um dos Grupos de Trabalho, "Arte e Cultura na universidade: novos arranjos para o ensino, pesquisa e extensão", que ocorrerá no dia 24. O mesmo grupo contará também com a presença de Juana Nunes, diretora de Educação e Comunicação para a Cultura da Secretaria de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (MinC). Ela é também responsável pela implementação do Acordo de Cooperação firmado entre o MinC e o Ministério da Educação (MEC).

Juana Nunes falou à Casa de Cultura/UEL sobre o Seminário, os objetivos e as discussões que ele propõe. Confira a entrevista:

Casa de Cultura/UEL: O que é o Seminário Cultura e Universidade, desde seu objetivo a seu público?

Juana Nunes:  O I Seminário Cultura e Universidade é promovido pelo Ministério da Cultura em parceria com a Universidade Federal da Bahia e o Fórum de Pró-reitores de Extensão. Ele tem  como objetivo sensibilizar, mobilizar e articular Instituições Públicas de Ensino Superior para dialogar sobre ações que promovam o desenvolvimento da cultura, envolvendo a ampliação de programas e cursos voltados para a formação, pesquisa e extensão em arte e cultura. Este encontro pretende também estabelecer diretrizes que apontem para uma plena cidadania cultural como agenda de inclusão, desenvolvimento, reconhecimento e promoção da diversidade cultural brasileira.
O público envolvido são os pesquisadores, pró-reitores de extensão, pesquisa e ensino, representantes dos estudantes e das rádios, TVs e editoras universitárias, diretores de institutos e centros de artes além de gestores públicos de órgãos como MinC, MEC, MCTI, CAPES, CNPq, FINEP e representantes da sociedade civil .  

CC/UEL: Como ocorreu a iniciativa de organizar esse Seminário?

Juana Nunes: Desde 2011, Dulce Aquino, pelo Fórum de pro-reitores, vem provocando o MinC nesta agenda. O Fórum de pro-reitores de extensão formulou no grupo de cultura uma primeira ação que previa a produção e circulação artística universitária. Com a criação da Diretoria de Educação e Comunicação, que tem como tarefa pensar e desenvolver um política de cultura para a educação, aproveitamos essas ideias que circulavam e montamos uma parceria com a Dulce, envolvemos as demais secretarias do MinC e levamos pra frente esse desejo que culminou na realização do Seminário Cultura e Universidade.

CC/UEL: Quais as discussões o Seminário Cultura e Universidade pretende promover?

Juana Nunes: O seminário busca promover discussões no campo do incentivo para a criação e para o aumento de programas e cursos destinados à formação, à pesquisa e à extensão nas áreas artísticas e culturais, e a construção de políticas públicas de cultura para educação.

CC/UEL: Quantas pessoas estão inscritas?


Juana Nunes: Cerca de 300 pessoas de todas as regiões do país.

CC/UEL: Como será a organização deste evento?

Juana Nunes: O seminário conta com 5 mesas temáticas, 7 grupos de trabalho, além de uma palestra e plenária. Tem  início na segunda-feira,  22, às 14h, com a mesa de abertura Construindo diretrizes para uma política pública de cultura para as Universidades com a participação de representantes de universidades, de órgãos do governo e movimentos estudantis.
Após a abertura, às 15h30, será realizada a palestra O legado de Anísio Teixeira para a cultura e a educação, que será proferida pelo professor Naomar de Almeida Filho, Doutor Honoris Causa pela McGill University, no Canadá.

Serviço:
A palestra, as mesas e plenária final poderão ser acompanhadas por meio de transmissão on-line, no endereço eletrônico: http://culturadigital.br/culturaeuniversidade/.  








quinta-feira, 18 de abril de 2013

Duo Jacarandá integra a Série Palcos Musicais e realiza o 2° Concerto da Temporada 2013



DUO JACARANDÁ REALIZA CONCERTO
NA CAPELA DA CATEDRAL DE LONDRINA

 Apresentação faz parte da Série Palcos Musicais e traz repertório diversificado

O Duo Jacarandá, formado pelos músicos londrinenses Jairo Chaves (viola) e Natanael Fonseca (violão) se apresenta na próxima sexta-feira (26) às 19h30, na Capela da Catedral Metropolitana de Londrina, com entrada franca. O concerto faz parte da Série Palcos Musicais, promovida pela Artis Colégium, que tem como objetivo difundir a cultura musical na cidade, democratizando o acesso da população aos concertos.

Jairo Chaves e Natanael Fonseca são integrantes da Orquestra Sinfônica da UEL (OSUEL) e Solistas de Londrina, e se dedicam à pesquisa musical realizando adaptações e transcrições de obras de compositores eruditos. O repertório do recital traz obras de M. Marais, A.Corelli, F.Schubert, Villa-Lobos, A.Piazzolla e Manoel de Falla.


A Série Palcos Musicais está com a programação definida até o final do ano, com a realização de concertos mensais. A intenção é levar o melhor da música erudita e instrumental a diversos espaços de Londrina, para diferentes faixas etárias e classes sociais, com a presença de artistas nacionais e internacionais. Até o final da temporada serão nove atrações, com formações camerísticas diferentes e alta qualidade de performance.
Os concertos serão realizados no Teatro Crystal, Circo Funcart, Teatro Zaqueu de Melo e Vila Cultural AlmA Brasil. A organização do evento também vai promover Master classes abertas ao público.

A Temporada Palcos Musicais tem a direção artística da produtora e pianista Irina Ratcheva e conta com o apoio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC), da Rádio UEL FM, Casa de Cultura da UEL, Londrina Convention e Visitors Bureau, SESI Paraná, Hotel Crystal e Gráfica Plano Gráfica.

Duo Jacarandá

Criado em abril de 2002, o Duo Jacarandá é formado pelos músicos Jairo Chaves (viola) e Natanael Fonseca (violão), ambos com larga experiência profissional nas áreas orquestral, camerista, solista e pedagógica. O repertório escrito originalmente para esta formação é limitado, assim o Duo dedica-se a constantes pesquisas realizando adaptações e transcrições de obras de compositores eruditos universais, privilegiando acima de tudo autores brasileiros e sul-americanos.

Dentre as inúmeras apresentações do Duo Jacarandá destacam-se a do Festival Internacional de Música de Câmara do Pará (Belém - PA), Teatro Luzamor, em Maringá, e como finalista do I Prêmio Nabor Pires Camargo em Indaiatuba (SP).


Serviço:
Concerto com DUO JACARANDÁ
Dia: 26 de abril
Horário: 19h30
Local: Capela da Catedral de Londrina
Preço: entrada franca
(convites devem ser retirados no Café Royal Londrino ao lado do Hotel Crystal, no  Shopping Royal Plaza ou na Secretaria da Catedral de Londrina)

Outras Informações:
Irina Ratcheva (coordenadora): 3024-4704 e 9938-4003


"NADA DO QUE LEMBRAMOS É VERDADE" É A ÚLTIMA
ETAPA DO EDITAL "ARTE LONDRINA".
A exposição tem início na próxima quinta-feira, 25 de abril.

A 3ª e última etapa do Edital Arte Londrina, "Nada do que Lembramos é Verdade",  começa a expor os trabalhos a partir de 25 de abril na Divisão de Artes Plásticas (DaP). A abertura contará com palestra da artista plástica paulistana Janina MCquoid (menção honrosa com série de fotografias) e do Prof. Dr. Gabriel Giannattasio (Dpto. de História da UEL).





Dos 51 artistas selecionados pelo edital, 21 participarão desta etapa. Os artistas são  de vários pontos do país e tiveram suas obras selecionados pelos curadores Danillo Villa, Chefe da Divisão de Artes Plásticas e professor da UEL, e Ricardo Resende, diretor do Centro Cultural de São Paulo. A exposição propõe uma discussão sobre os caminhos e processos da memória na criação de verdades por meio de pinturas, vídeo performances, desenhos, objetos e fotografias. 




"Nada do que Lembramos é Verdade" permanecerá aberta até 7 de Junho.
 Entrada franca.
Serviço:
Mediações poderão ser agendas pelo telefone 43 3322-6844.
Divisão de Artes Plásticas: Av. Juscelino Kubitscheck, 1973
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.
Outras informações no blog da DaP: www.dapcasabranca.blogspot.com

OSUEL apresenta 2° Concerto da Temporada 2013


Orquestra Sinfônica da UEL apresenta
 2° Concerto da Temporada 2013!


A apresentação será no dia 28 de abril, domingo,
às 10h30 no Cine Com-Tour/UEL

Entrada: 20,00 (inteira) / 10,00 (meia)

Os ingressos estão à venda na Divisão de Música da Casa de Cultura/UEL . No caso de todos os ingressos não serem vendidos antecipadamente, estes serão vendidos no dia do Concerto, 28 de abril.



Maurizio Colasanti


Maurizio Colasanti, está bem estabelecido internacionalmente como um dos  maestros mais ecléticos e dinâmicos de sua geração. Tem atuado como regente com grandes orquestras nas principais salas de concertos do mundo. Atualmente, é Regente Titular e Diretor Artístico da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina.

Linda Hedlund

Violinista, mestre pela Universidade de Viena e doutora pela Academia Sibelius, possui um currículo que comprova sua formação artística com grau de excelência. Sua presença como solista da OSUEL brinda a comunidade com uma oportunidade rara e de alto nível artística, justamente pela característica de formação da violinista Linda Hedlund.

Jairo Chaves


Radicado em Londrina desde 1995, vencedor de diversos Prêmios Nacionais e Internacionais, atuou como solista à frente de diversas orquestras brasileiras e  europeias  Atua como Primeiro Violista da Orquestra  Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina desde 1995 e da Orquestra de  Câmara “Solistas de Londrina” desde sua fundação em 1998, além de ser convidado  para gravações, participações em Orquestras e professor em Festivais de Música pelo Brasil.



Serviço:
A Divisão de Música está localizada na Rua Tupi, 210. 
Informações: 43 3322 5224


"DEPOIS DE LÚCIA" estréia amanhã no Cine Com-Tour/UEL





CASA DE CULTURA E CINE COM-TOUR/UEL APRESENTAM
DE 19 A 25/4, DE SEGUNDA A SEXA ÀS 20H30
 E  AOS SÁBADOS, DOMINGOS E FERIADOS ÀS 16H E 20H30


DEPOIS DE LÚCIA

(DESPUES DE LUCÍA)
MÉXICO/FRANÇA, 2012





SINOPSE:


Quando a mulher de Roberto (Gonzalo Vega Jr.) morre, a relação dele com sua filha Alejandra (Tessa Ia), de 15 anos, fica abalada. Para escapar da tristeza que toma conta da rotina dos dois, pai e filha deixam a cidade de Vallarta e rumam para a Cidade do México em busca de uma nova vida. Alejandra ingressa em um novo colégio, e sentirá toda a dificuldade de começar de novo quando passa a sofrer abusos físicos e emocionais. Envergonhada, a menina não conta nada para o pai, e à medida que a violência toma conta da vida dos dois, eles se afastam cada vez mais.


FICHA TÉCNICA:

Diretor: Michel Franco
Elenco: Tessa Ia, Gonzalo Vega Jr., Tamara Yazbek, Hernán Mendoza, Monica del Carmen
Produção: Marco Polo Constandse, Michel Franco, Alexis Fridman, Elias Menasse, Billy Rovzar, Fernando Rovzar
Roteiro: Michel Franco
Fotografia: Chuy Chávez
Duração: 103 min.
Ano: 2012
País: México, França
Gênero: Drama
Cor: Colorido
Distribuidora: Imovision
Estúdio: POP Films / Filmadora Nacional / Lemon Films / Stromboli Films
Classificação: 14 anos

PRÊMIOS:

- Em 2012, vencedor do Prêmio Un Certain Regard no Festival de Cannes

- Em 2012, vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Chicago. Também foi indicado a Melhor Filme Estrangeiro

- Em 2012, indicado a Melhor Filme no Festival de Londres

- Em 2012, vencedor do Horizons Award - Menção Especial do Festival de San Sebástian
 





quarta-feira, 17 de abril de 2013

Chefe da divisão de Música e regente da OSUEL participam de concerto nos EUA



Além da participação no evento, Cícero Cordão e Maurizio Colasanti tiveram
a oportunidade de discutir uma parceria entre UEL e ISU


Cícero Cordão, Chefe da Divisão de Música, e Maurizio Colasanti, regente da OSUEL, foram até Illinois (EUA) para participarem do principal concerto da Illinois State University (ISU), da Gold Series. Na viagem que durou dez dias, eles aproveitaram para discutir uma parceria entre a ISU e a UEL, buscando agregar conhecimentos à OSUEL e ao departamento de música da UEL.

Cordão e Colasanti em ensaio geral com a
Illinoi State University Symphony Orchestra
Apesar do mau tempo, que ocasionou no cancelamento do último ensaio antes do concerto da Illinois State University Symphony Orchestra, Cordão informou que os resultados foram positivos. “Embora a neve tenha atrapalhado o andamento de um ensaio importante, a apresentação foi muito boa”, diz. Cícero conta que além dessa participação, ele e Colasanti tiveram a oportunidade de dar aulas, as chamadas “master class”. Essa aula difere da comum em sua configuração, pois o aluno geralmente executa uma única parte de uma sinfonia para que o mestre dê sugestões de aprimoramento da técnica. Colasanti lecionou a master class para a área de Orquestra e Cícero, para a área de metais. “Recebemos o retorno dos alunos dizendo que colocaram em pratica as sugestões que demos”, afirma.

Cordão e Colasanti participaram de três reuniões com os coordenadores de assuntos internacionais da ISU. “A viagem foi muito positiva, já trouxemos resultados palpáveis. Agora estamos aguardando os documentos que formalizem a parceria entre as universidades”, informa o Chefe da Divisão de Música. 

Segundo ele, a parceria é inédita para ambas as universidades. Mesmo sem definição concreta dos papéis de cada instituição, Cícero explica que, como a ISU possui o curso de Performance Musical com salas acústicas “maravilhosas”, a universidade pode contribuir com  o curso de Música da UEL. “A gente tem o curso de música, mas é com habilitação em Licenciatura. Para colocarmos em prática um curso de Performance Musical, essa parceria seria muito boa”, diz.

O Chefe da Divisão de Música fez vários elogios à estrutura da universidade. Além disso, ele informa que a parceria pode ser favorável também para a Divisão de Artes Cênicas, já que a Illinois State University também possui um Centro de Performance nesta área. O próximo passo é verificar a possibilidade de realizar parceria com outra universidade. “Vamos focar nessa instituição para termos certeza do resultado. Com essa parceria firmada, estamos pensando em expandir com outra. Nossas reuniões já apresentaram a chance de fazermos um “tripé”, buscando uma instituição não só nos EUA como também em algum país da Europa”, explica.

Foto: Arquivo Pessoal de Cícero Cordão


segunda-feira, 15 de abril de 2013

Killer Joe é a estréia dessa semana no Cine Com-Tour/UEL




CASA DE CULTURA E CINE COM-TOUR/UEL APRESENTAM, DE 12 A 18/4, 
KILLER JOE - MATADOR DE ALUGUEL    


DIARIAMENTE ÀS 20H30 (SESSÃO TAMBÉM ÀS 16H AOS SÁBADOS, DOMINGOS E FERIADOS)



SINOPSE:

Em Dallas, Joe (Matthew McConaughey) é um detetive, mas também assassino por encomenda. Quando Chris (Emile Hirsch), um traficante de 22 anos, tem seu estoque roubado pela própria mãe, ele deve rapidamente encontrar 6 mil dolares, senão será assassinado. Chris recorre então a "Killer Joe", lembrando que o seguro de vida de sua mãe vale 50 mil dólares. Inicialmente Joe recusa, porque só é pago adiantado, mas abre uma exceção contanto que Dottie (Juno Temple), a sedutora irmã mais nova de Chris, sirva de "garantia sexual" até o dia do pagamento.

TRAILER:

FICHA TÉCNICA:


EUA, 2011
Diretor: William Friedkin
Elenco: Matthew McConaughey, Emile Hirsch, Juno Temple, Thomas Haden Church, Gina Gershon, Scott A. Martin, Gralen Bryant Banks, Carol Sutton, Danny Epper, Jeff Galpin, Marc Macaulay, Gregory C. Bachaud, Charley Vance, Julia Adams, Blain Sanchez, Geraldine Glenn, Sean O'Hara, Tony Severio, Lynette Zumo
Produção: Nicolas Chartier, Scott Einbinder
Roteiro: Tracy Letts
Fotografia: Caleb Deschanel
Trilha Sonora: Tyler Bates
Duração: 108 min.
Ano: 2011
País: EUA
Nome original: Killer Joe
Gênero: Drama
Cor: Colorido
Distribuidora: Califórnia Filmes
Classificação: 18 anos

CURIOSIDADES:

- Seleção oficial do Festival de Veneza 2011 - competição
- Trofeu Golden Mouse, também em Veneza

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Alunos visitam exposição "Arte Londrina" e batem papo com uma das artistas



Na última terça-feira, 2, os alunos do Colégio Uninorte Junior visitaram a exposição da Segunda Etapa do Edital Arte Londrina na Divisão de Artes Plásticas. Elke Coelho, uma das 19 artistas que participam desta etapa, acompanhou os alunos durante a visita. Seu trabalho, “Ferida”, traz mais de cem mil florezinhas “Sempre Viva” vermelhas, divididas de acordo com sua tonalidade dentro de cerca de 560 caixas de acrílico.

Crianças visitam a Exposição da 2° Etapa do Edital "Arte Londrina"
A artista explica que esta flor sempre esteve presente nas paisagens de sua infância, então decidiu pensá-la sob o olhar artístico. “Quando eu era pequena, essas florezinhas eram bem comuns para enfeitar festas e sou muito atenta a elementos que quase não se notam no cotidiano. Então, decidi juntá-las em uma única cor, a cor vermelha, levando mais de um ano para preencher todas as caixinhas que estão em meu trabalho”, conta.

Após observarem os trabalhos expostos, as crianças puderam bater um papo com a artista, dando opiniões sobre a obra e tirando dúvidas. Para Elke Coelho, esse diálogo é um desafio, pois a faz pensar seu trabalho a partir de outras perspectivas. “Houve uma criança que disse que a caixinha lembrava um coração. Esse tipo de metáfora, que nunca tinha passado pela minha cabeça, me faz começar a pensar de outras maneiras”, diz.

Elke Coelho em frente à seu trabalho "Ferida"
Ela ainda explica que o desafio maior é falar para crianças tão pequenas “a respeito de algo que envolve um processo de constituição um pouco complexo”. Segundo a artista, nessas situações ela procura observar cada grupo de pessoas, se atentando para a faixa etária, as formações, o diálogo que vão estabelecendo ao longo da visita. A partir daí, ela tenta explicar os detalhes da obra de maneira que faça sentido ao grupo. “Eu vou tentando fazer conexões que façam sentidos para eles também. Aí está uma questão interessante nas obras de arte: mesmo sendo uma coisa só, conseguem fazer sentido para uma gama de pessoas muito distintas”, afirma.

O ESPAÇO

Elke Coelho ressaltou que o espaço tem grande influência, politica e artisticamente, nas exposições. “O aspecto político influencia porque, ao expor meu trabalho em determinado local, eu estou concordando com a política que se estabelece nele, ou seja, afirmo que compartilho de determinada visão.” Ela explica que, em termos artísticos, o formato do espaço e sua assepsia são outros fatores que têm influência na exposição. 

A artista ainda elogia o espaço da Divisão de Artes Plásticas. “Aqui encontramos uma grande quantidade de paredes brancas e uniformes que fazem a arte ganhar voz, mas, diferente aa maioria das galerias em que o formato de cubo branco é muito rígido, aqui existe a assepicia necessária para a exposição junto à uma dinamicidade, uma mistura de formas”, diz.

A parede onde está exposto o trabalho "Ferida"
 foi um dos desafios para a artista
Segundo ela, a parede onde está exposto seu trabalho é tão importante quanto as caixinhas que o formam. “Aquela parede me propôs uma situação para repensar o meu trabalho”, conta a artista que já teve outros trabalhos expostos na Divisão de Artes Plásticas.



Serviço:
Exposição Arte Londrina
Local: Divisão de Artes plásticas, localizada na Av. Juscelino Kubitschek, 1973 
De segunda à sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h,
A exposição vai até dia  19 de abril.
Entrada Franca

Fotos: Pamela Oliveira